Considerando a importância de os pneus reformados (recapagem, remoldagem, recauchutagem) para automóveis, camionetas, caminhonetes e seus rebocados, veículos comerciais, comerciais leves e seus rebocados, comercializados no país, apresentarem requisitos mínimos de segurança, o Inmetro publicou a portaria número 444 de 19 de novembro de 2010 onde determina os requisitos de conformidade do serviço de Reforma de Pneus.

Quem precisa da Certificação?

A certificação é compulsória, ou seja, todos as empresas que realizem o serviço de reforma de pneus destinados a Veículos Comerciais, Comerciais Leves e seus Rebocados serão obrigados a atender os requisitos da portaria. Aqueles que não se adequarem até o prazo legal estipulado não poderão realizar o serviço de reforma de pneus, com risco de sofrer penalidades e sanções legais previstas em lei.

Prazo para certificação

O prazo para adequação desta norma é até novembro de 2012, ou 24 meses após a publicação da portaria.

Exigências

O Inmetro estabelece uma série de medidas para adequar as unidades reformadoras de pneus que envolvendo a apresentação de documentação comprobatória e técnica para avaliação das dependências da empresa, registros junto a órgãos governamentais, existência de controle do processo de reforma, controle dos equipamentos de medição entre outros. As regras valem para qualquer método de reforma de pneus (recauchutados, remoldados e recapados).

Somente após a vistoria, análise e aprovação de toda a documentação e processos é que a empresa reformadora poderá utilizar o selo de certificação do INMETRO legalmente.

Precisa de orientação?

A Dairiki Consultoria pode orientar e auxiliar empresas reformadoras de pneus indicando os pontos a serem corrigidos, organizando a documentação a ser apresentada para os órgãos competentes conforme as exigências da portaria do INMETRO.

Entre em contato conosco e tire todas suas dúvidas sobre o processo de certificação para reformadores de pneus!